quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

Olá 2014!!!!

 
 
 
 
 
Olá 2014!!!
 
Com o combustível inesgotável do afeto a embalar-me os gestos e a pura ressonância da  esperança à roda do coração, o desejo de continuar a ser feliz e fazer feliz quem me rodeia, de me reinventar, de me adaptar ao que a vida me for colocando no caminho, de equilibrar os três papéis mais importantes do meu ser e de continuar a  ter a capacidade de me entregar aos sonhos em que acredito e de me apaixonar pela vida e pelas vidas que me cercam e iluminam, creio estar pronta para as curvas e contracurvas dos teus 365 dias! 
 
Quero, acima de tudo, não me deixar ir até à reserva! E não me assustar com percursos de longa duração ou mais acidentados. Não quero atalhos.Nem para-arrancas.
Às vezes vou querer auto-estradas. Outras vezes, estradas secundárias. Mas quero o verbo Ir. E Chegar. E Evoluir.
Quero a decisão.  Quero confiar,acreditar, fazer e tentar. Com a vontade firme de melhorar sempre. 

E, para isso, tenho o depósito cheio de sonhos renovados, de projectos com ordem de prioridade mas, principalmente, atestado com os sorrisos dos que amo...Só assim sei ter a energia e alma necessárias para conseguir conjugar o verbo VIVER no presente do Indicativo e nas primeira e terceira pessoas do plural.
 
Quanto à sorte... Como alguém disse, "sorte é merecer ter". Se assim for, quero, acima de tudo, merecer ter...o que já tenho. Quero ter a sorte dos meus próprios passos e da minha própria estrada. Quero merecer este milagre da vida...e da vida de todos dias. Dos de hoje. Dos que virão... Neste ano bom! Em que mesmo não tendo 365 dias bons, terá, certamente, 365 coisas boas para agradecermos, quem sabe até, no final de cada dia!
 
2014!!! Olá!!!
 
 



 


12 comentários:

  1. Adorável Mónica, desejo-te um ano com grandes feitos. O teu caminho é único e é belo.

    ResponderEliminar
  2. MAGNIFANTÁSTICO ANO PROFESSORA;)
    Muitos beijinhos. Branca Ferreira

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agradeço e retribuo com apreço, Branca. Beijinhos!!!

      Eliminar
  3. No teu ano de 2014 não precisas de ter rodas para rolar para os teus desejos. As tuas palavras indicam as estradas dos sonhos só realizados por ti. Um ano sem travagens nas tuas viagens. N. S.

    ResponderEliminar
  4. Dra Mónica desejo tudo de bom para si e para a sua família e merece o melhor da vida por ser a pessoa mais bondosa que já conheci. Tem-me ajudado nas alturas em que nem imaginei que alguém iria conseguir agarrar-me e tirar-me dum sofrimento que só eu e talvez a Dra compreenda e tenho-a sempre no meu pensamento. Queria que houvesse mais Dras Mónicas porque sei que há mais Ritas no mundo mas é bom saber que pelo menos existe uma. Adoro-a. Rita Ventura

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Rita, fiquei muito emocionada com as suas palavras, as quais acolho e guardo com infinita ternura. Um abraço gracioso e enorme no seu forte e corajoso coração, que merece igualmente tudo, tudo de bom!!!! Até já!!! :)

      Eliminar
  5. Querida Professora, enviei-lhe muitas mensagens por mail pró do Isec mas nunca é de mais desejar-lhe tudo de bom e um excelente ano. Esperamos todos que finalmente seja este o ano em que vamos ver um livro seu porque escreve sempre coisas lindas, que nos inspiram e fazem sentir bem quando lemos e relemos. Beijinhos e abracinhos para si e para os seus meninos. Catarina Silva

    ResponderEliminar
  6. Muito obrigada, ainda que não esteja certa que escreva sempre coisas lindas querida Catarina! Aliás, tenho a certeza que não escrevo sempre coisas lindas, principalmente quando tento por a vida em palavras. Mas talvez tente torná-la digna e fácil de ser lida já que às vezes é tão difícil de ser vivida! Um grande, grande beijinho para si, doce Catarina!

    ResponderEliminar
  7. Mais um texto inspirador para 2014.
    São sempre bem-vindos. Que a vida sorria em 2014, é o que mai te desejo, Mónica.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Sandra, grata pelas tuas palavras igualmente inspiradoras...E que fazem, também elas, a vida sorrir-nos!

      Eliminar